Gestão de tráfego: atraia mais visitas para seu e-commerce

Muito se fala sobre gestão de tráfego nas técnicas de Marketing Digital para e-commerce, mas você sabe o que isso quer dizer? O tráfego do seu e-commerce consiste, basicamente, em quantos visitantes já acessaram o seu site. Logo, a gestão de tráfego é o gerenciamento de como esses visitantes chegaram até ele.

A gestão também consiste em segmentar o público e fazer com que elas naveguem pelo seu e-commerce de forma complementar e intuitiva, direcionando-a para onde está o seu produto.

Para trabalhar com a gestão de tráfego de um e-commerce é preciso conhecer todos os tipos para que seja um trabalho realizado por completo.

Conheça os tipos de tráfego:

Tráfego orgânico

O tipo orgânico significa que as pessoas que chegaram até seu e-commerce não tiveram acesso a anúncios patrocinados, ou seja, você não investiu dinheiro para que ela te encontrasse.

Geralmente o tráfego orgânico acontece pelas pesquisas em sites de busca, como o Google, por exemplo. Para que o seu site seja bem posicionado nesses sites, é necessário utilizar técnicas de SEO para a produção de conteúdos e otimização do site.

Para ter um bom tráfego orgânico é necessário investir muito tempo ao invés de dinheiro. Os resultados não são imediatos, mas fazem com que o e-commerce conquiste o público que realmente tem interesse pela marca ou produto.

Tráfego pago

O tráfego pago precisa de investimento financeiro para obter resultados.

Porém, não é só investir o dinheiro e aguardar. Para que traga realmente gere resultados é necessário ter um profissional que entenda sobre campanhas e anúncios para fazer esse trabalho.

É necessário conhecimento para criar as melhores estratégias de campanhas e seus vários objetivos, segmentações, canais e formatos.

Depois que as campanhas estão criadas, começa a fase de análise de dados para que sejam feitas as otimizações necessárias para as estratégias performarem cada vez melhor, gerando mais resultado e ROI (retorno sobre o investimento).

O acompanhamento frequente das campanhas vai possibilitar corrigir eventuais erros de planejamento, descobrir novos insights, e escalar aqui que está dando certo de forma sustentável.

As campanhas de tráfego pago vão muito além da capacidade de investimento, é necessário ter planejamento e ser estratégico para que o dinheiro investido gere vendas e lucratividade.

Tráfego direto

Esse modelo de tráfego está relacionado com a popularidade da sua marca. As pessoas digiram suas marca direto e encontra o seu site.

Geralmente o tráfego direto é consistente em marcas que estão há muito tempo no mercado. Mas se você está começando agora, invista em branding para ter uma marca consistente e com personalidade para que as pessoas decorem o nome e procurem caso precisem do serviço.

Tráfego social

São os visitantes que chegam ao seu site através das redes sociais e são essenciais nessa nova fase do marketing digital.

O público presente nas redes sociais costuma ser mais engajado e adeptos a consumirem conteúdos através delas. E esse é o ponto: para conquistar um bom tráfego social é necessário oferecer bons conteúdos no seu blog para gerar a curiosidade do visitante ir até o seu site.

Tráfego de referência

O tráfego de referência acontece por meio de indicações do seu e-commerce. Aqueles clientes já existentes indicam o seu produto para novos clientes.

Outra opção para conquistar o tráfego de referência é trabalhar com outros sites do mesmo seguimento onde vocês possam trocar conteúdos para a divulgação ou até influenciadores, canais do Youtube e profissionais da área. Conhecer o tipo de tráfego é muito importante para definir em quais deles você quer investir, seja tempo ou dinheiro.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *