Pix: a nova forma de pagamento e os impactos no e-commerce

A notícia que vem movimentando a internet no último mês é a divulgação da nova forma de pagamento criada pelo Banco Central. O Pix é um sistema de pagamentos instantâneos, ou seja, pagamento e recebimento de forma imediata em qualquer dia e horário.

O sistema ultrapassa as funcionalidades dos tão conhecidos TED, DOC e boleto bancário, que são as opções disponíveis atualmente para pagamentos. Os três funcionam apenas em dias úteis e das 6h às 17h30 as duas primeiras opções.

Não é necessário salientar que o Pix promete facilitar todo o processo de pagamento físico e online.

O que é o Pix?

O Pix funcionará como um sistema de pagamento disponível 24 horas, incluindo sábados, domingos e feriados. As transações não terão custo para pessoas físicas e para as pessoas jurídicas serão menores que as atuais.

Com essa nova ferramenta será possível fazer qualquer tipo de pagamento e valor: compras, transferências, pagamento de impostos e muitas outras opções.

Para utilizar o Pix será necessário cadastrar uma ou mais chaves para o cadastro da conta. Estarão disponíveis quatro tipos de chave: CPF, CNPJ, número de celular, e-mail ou uma combinação de letras, números e símbolos da sua escolha.

O cadastro do Pix deverá ser feito presencialmente na intuição financeira da sua conta (corrente, poupança ou de pagamento) ou através dos aplicativos.

Benefícios do Pix para usuários

A rapidez e a agilidade estão no topo dos elogios para esse novo sistema.

Os valores serão enviados para os recebedores em menos de um minuto, o que comparado com um boleto bancário que pode demorar até 3 dias úteis.

A facilidade de apresentar apenas a sua chave sem precisar nenhum cartão para o pagamento também é um ótimo benefício. Tira a necessidade de estar com o cartão físico para fazer um pagamento.

Benefícios do Pix para o e-commerce

Para um e-commerce, o Pix apresenta várias possibilidades positivas:

  • Pagamento no mesmo minuto da compra, promovendo melhor organização do setor financeiro;
  • Opção de oferecer descontos especiais para incentivar os clientes a optarem por fazer o pagamento com o Pix – Com o pagamento sendo feito no mesmo minuto da compra, o produto poderá chegar mais rápido até ele e ainda pagará menos;
  • Diminuição nos custos de taxas para os pagamentos feitos por transferência, cartão e parcelamentos;
  • Mais agilidade na separação e controle de estoque – O responsável por esse setor não precisará aguardar a confirmação do pagamento para começar a preparar o pedido;
  • Diminuição nos problemas com boletos não pagos e consequentemente, sem produtos “presos” sem destinatário;
  • Otimização no processo pós-compra;
  • Rapidez no despacho do produto.

Portanto, o Pix beneficiará tanto pagadores quanto recebedores. A previsão de lançamento é para o a segunda quinzena de novembro de 2020. Porém, as chaves já podem ser cadastradas nos aplicativos ou agências bancárias.

Escreva um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *